montando-pc-gamer

Fala aí, pessoal! Tudo certo? Aqui é o Douglas (@dougcaragua) e trago este post para vocês mostrando o básico de como montar um PC Gamer intermediário, capaz de rodar a grande maioria dos jogos atuais com resolução 1080p e com uma taxa de quadros por segundo (frames per second – FPS) acima dos 60.

Importante: Utilizarei algumas nomenclaturas técnicas ao longo do post, tentarei explicar basicamente o que seria cada uma delas, mas não me aprofundarei no assunto para o texto não ficar muito extenso, caso queira tirar alguma dúvida o campo de comentários estará aí para isso, responderei assim que possível. 😉

Este será um tutorial básico relacionado a quais peças devem ser levadas em consideração na hora da compra, pensando num custo x benefício adequado, mesclando entre melhor performance e menor custo, portanto, vão existir diversas outras configurações possíveis com valores menores ou maiores do que os apresentados aqui, certo? Então vamos começar.

Processador (CPU)

core-i5-inside

A Unidade Central de Processamento (UCP, ou CPU na sigla em Inglês) é o “cérebro” do seu computador, também chamada popularmente de Processador, esta pequena peça é a principal escolha na hora de iniciar a configuração do seu PC. Hoje, no mercado, existem duas empresas responsáveis pela fabricação de CPUs, a Intel e a AMD, neste post apresentarei uma configuração baseada em Intel (sim, sou fanboy da fabricante, #sqn) por trazer melhores desempenhos comparado com sua concorrente direta, principalmente pelo fato de ter seus produtos atualizados todo ano. A AMD tem previsão de lançamento de novas CPUs para o início de 2017, e isto pode fazer com que o mercado volte a ficar equilibrado quando nos referimos aos processadores. Abaixo, duas possíveis escolhas para nossa configuração:

  • Intel Core i5 6600 – Preço médio: Cerca de R$870,00 (em 23/10/2016).
  • Intel Core i7 6700k – Preço médio: Cerca de R$1400,00 (em 23/10/2016).

O Intel Core i5 6600 é um processador de última geração da Família “Core i”, sendo a sexta geração lançada, e é uma CPU de custo médio e ótimo desempenho, além de uma eficiência energética muito boa (65W de consumo). O Core i7 6700k já é pra quem não quer se preocupar com um upgrade tão cedo, além de ter mais desempenho quando comparado ao seu irmão “i5”, ele suportará um futuro upgrade de placa de vídeo (suporta sem problemas uma GTX 1080) sem se preocupar com ocorrência de gargalo*. Outro detalhe dessa CPU modelo “k”, é os processadores da Intel que terminam com esta letra são desbloqueados para overclock, ou seja, é possível que o desempenho do seu processador seja elevado ainda mais.

*Gargalo em informática ocorre quando o desempenho de algum componente do seu computador é limitado por outro, exemplo, sua placa de vídeo (VGA) é poderosa, mas seu processador não consegue entregar todo aquele desempenho, dessa forma a CPU atinge 100% de uso sem extrair todo desempenho possível da sua VGA.

Placa Mãe (Motherboard)

asus-b150m

A placa mãe é o componente do seu computador responsável pela conexão de todos os demais periféricos, existem modelos que variam de R$300,00 (na atual geração) até milhares de reais, outro ponto importante na placa mãe é o socket, que nada mais é que o “encaixe” do processador, ou seja, é necessário comprar uma placa mãe com o mesmo socket do processador escolhido. No nosso caso, o socket do processador “Core i” de sexta geração é o LGA 1151, então qualquer placa com esse encaixe será compatível, vamos à escolha:

  • ASUS B150M-C/BR DDR4 – Preço médio: Cerca de R$470,00 (em 23/10/2016).

Caso optem pelo processador com final “k” é indicado também a escolha de uma placa mãe com um suporte mais avançado para overclock, o que aumenta bastante o preço, como visamos desempenho e menos custo ficaremos na escolha acima apresentada por ser uma placa mãe de qualidade boa, suporte para Memórias RAM DDR4 (que serão apresentadas adiante) até 32GB, suporte a Crossfire (combinação de duas placas de vídeo da linha AMD), 4 slots de memória, 4 portas USB 3.0 na traseira, entre diversas outras conexões interessantes, mais do que suficientes para a maioria dos usuários.

Memórias RAM

memoria-ddr4
Mais um componente do computador que requer cuidado, nesta configuração estamos tratando de uma placa mãe com suporte a memórias DDR4, então a escolha tem que ser nessa linha, importante mencionar que o custo de memórias DDR3 e DDR4 é bem parecido, então é melhor que façamos a escolha do que há de mais novo no mercado, correto? Vamos lá:

  • Memória Kingstom DDR4 HyperX Fury 4GB 2133MHz (2 unidades, totalizando 8GB) – Preço médio: Cerca de R$240,00 (em 23/10/2016).

As memórias são componentes “baratos”, vale a pena investir ao menos em 8GB, como a placa mãe possui suporte a até 32GB e 4 slots de memória, futuramente fica bem fácil fazer um upgrade, mas hoje 8GB são mais do que suficientes para a configuração que vamos trabalhar.

Disco Rígido (HD – Hard Disk) e Unidade de Estado Sólido (SSD – Solid State Drive)

Hoje em dia os games tem ocupado muito espaço em disco, mas felizmente os HDs também aumentaram muito em capacidade, o grande problema é que, devido à tecnologia presente nos PCs atuais, os HDs que utilizamos são limitadores de performance, pois trabalham em velocidades muito abaixo do desempenho dos demais componentes do PC (Processador, Memórias). A maneira que temos de contornar essa situação é utilizando as Unidades de Estado Sólido (SSD) que possuem velocidades de leitura e escrita muito superiores quando comparados aos HDs convencionais,  mas por outro lado, com custo muito superior. Dessa forma, o ideal é termos um SSD com capacidade menor (menor custo) que comporte o sistema operacional e os aplicativos mais utilizados, e um HD para armazenamento dos arquivos gerais e aplicativos menos utilizados.

  • SSD Kingston 120GB UV400 – Preço médio: Cerca de R$200,00 (em 27/09/2016).
  • HD 1TB 7200rpm Western Digital Caviar – Preço médio: Cerca de R$250,00 (em 27/09/2016).

Com essas duas escolhas teremos um SSD  de 120GB rápido para inicialização do sistema e melhora no desempenho para as tarefas comuns, e mais um HD de 1TB para armazenamento dos dados e dos jogos que serão instalados posteriormente.

Placa de Vídeo (VGA)

amd-rx-480-sapphire

A placa de vídeo é responsável pelo desempenho gráfico do computador, quanto mais poderosa, mais desempenho e maior taxa de quadros por segundo (fps) terá o seu jogo, para nossa sorte, estamos vivendo uma época excelente de lançamentos de placas de vídeos intermediárias, tanto a AMD quanto a Intel trouxeram este ano boas opções para o seguimento, com valores aceitáveis e um bom desempenho, ou seja, a melhor relação custo x benefício possível, coisa que não vimos com frequência em gerações anteriores.

As duas campeãs de custo x benefício atualmente são as placas RX 480, da AMD, e GTX 1060, da Intel, ambas fazem parte do seguimento intermediário (mainstream) e trazem um excelente desempenho nas resoluções Full HD (1080p) e um custo acessível, sendo a faixa de preço com maiores vendas entre os PC Gamers do mundo todo. Ambas placas custam entre 200 e 300 dólares, dependendo do modelo, mas como falamos de Brasil, elas chegaram aqui na faixa dos R$1600, aproveitando o hype de lançamento. Hoje em dia os preços já estão caindo e podemos encontrar ambas na faixa de R$1300,00, mas a tendência é que os valores diminuam ainda mais. Vamos aos modelos:

  • GTX 1060 – Preço médio: Entre R$1000,00 e R$1500,00 (dependendo do modelo, marca e memória, existem placas de 3GB e 6GB no mercado) (em 23/10/2016).
  • RX 480 – Preço médio: Entre R$1150,00 e R$1500,00 (dependendo do modelo, marca e memória, existem placas de 4GB e 8GB no mercado) (em 23/10/2016).

Ambas tem praticamente o mesmo custo, o que vai definir é a preferência pessoal, seja por uma fabricante específica ou até mesmo o design (há quem se importe), mas é importante que saibam que qualquer uma das duas placas atenderá bem quem busca um gameplay na casa dos 60fps na resolução Full HD.

Fonte de Alimentação

corsair-cx430
Aqui mora o maior perigo na hora de montar um PC. A fonte é um dos componentes mais importantes, senão o mais, pois ela é responsável por enviar energia suficiente para alimentar todos os componentes internos, uma fonte de baixa qualidade e baixa potência pode “matar” a configuração do melhor PC do mundo, tome bastante cuidado com fontes que prometem, 500W, 600W, com preços abaixo dos praticados pelas grandes fabricantes.

No caso da nossa configuração, uma fonte de 500W (de boa qualidade) é mais do que o suficiente para conseguir manter o PC em funcionamento, mas é sempre bom trabalhar com uma folga para futuros upgrades, para tanto, trabalharemos com uma fonte de 600W:

  • Fonte Corsair 600W CX600 V2, Certificado 80 Plus e PFC Ativo – Preço médio: Cerca de R$250,00 (em 27/09/2016).

Não sou a pessoa mais indicada para explicar o funcionamento de cada componente da sua fonte, mas o conhecimento que tenho posso garantir que esta é mais do que suficiente para manter toda a configuração escolhida com folga, entrega mais de 85% de eficiência e possui 3 anos de garantia. Caso queiram opiniões de especialistas a respeito deste produto, recomendo seguirem o canal do pessoal do Teclab, inclusive eles tem este vídeo de teste da fonte acima mencionada.

Gabinete

corsair-spec-01

Acima, finalizamos a configuração interna do computador, essencial para seu funcionamento, o próximo item é o gabinete, e é claro, não vamos escolher algo pequeno e sem vida para um PC gamer, certo? Vamos escolher algo que tem um custo médio e um design agradável.

Importante mencionar que esta é uma escolha bem pessoal, o que é agradável para mim pode não ser para vocês, opções de gabinete não faltam, para todos os gostos e todos os bolsos, e como não influenciará no desempenho do PC, fique a vontade para pesquisar outros modelos.

  • Gabinete Corsair Carbide SPEC-01 Com Led (Azul ou Vermelho) Mid Tower – Preço Médio: Cerca de R$250,00 (em 23/10/2016).

Esta foi a minha escolha quando montei meu computador (o da foto que estampa esse post), tem um design agradável, bom espaço interno para esconder os cabos e ainda conta com uma lateral de acrílico que, aliada a uma customização com LEDs RGB, deixa o design muito bonito.

Preço médio (considerando o processador e a placa de vídeo mais barata) Aproximadamente R$3530,00
Preço médio (considerando o processador e a placa de vídeo mais cara) Aproximadamente R$4360,00

O preço, é claro, não ficou dos mais agradáveis ao bolso, mas é importante mencionar que quem acompanha o mundo do hardware sabe que sempre acontecem promoções nas grandes revendas do país, é possível conseguir todos os itens abaixo dos valores informados, portanto, o preço pode cair facilmente para perto dos R$3.000,00, sem contar que estamos falando de uma excelente configuração, capaz de rodar qualquer jogo pelos próximos 3-4 anos, facilmente, e com boa possibilidade de upgrade futuro nos seus principais itens.


Extras

aoc-hero
Claro que um PC não se baseia apenas nos itens acima mencionados, um PC gamer pede periféricos de qualidade, que podem elevar ainda mais o valor final do produto, precisamos de um monitor de qualidade, um kit de teclado e mouse, fones de ouvido, e tudo mais que o seu bolso permitir. Vamos a algumas opções para acompanhar esse kit:

  • Monitor Gamer AOC Led 24 Polegadas – Modelo G2460VQ6 – Preço médio: Cerca de R$1000,00 (em 24/09/2016).
  • Kit Teclado e Mouse Thermaltake Commander – Modelo KB-CMC-PLBLPB-o1 – Preço Médio: Cerca de R$150,00 (em 24/09/2016).
  • Headset Thermaltake TT ESports Shock White – Modelo HTSHK002ECWH – Preço médio: Cerca de R$350,00 (em 24/09/2016).

Observação: Aqui foi uma pesquisa rápida de periféricos, mais uma vez, assim como no gabinete, a escolha depende do bolso e do gosto de cada um, eu mesmo não gosto de Headsets “gamers”, prefiro a compra de um fone de qualidade e um microfone separadamente, mas há quem prefira a praticidade de um headset.

Agradeço quem acompanhou até aqui, espero que tenham gostado desse guia básico e fiquem a vontade para tirar as dúvidas no campo de comentários abaixo.

Abraços e até a próxima! 😉